20 dicas para melhorar sua produtividade durante um curso EAD (parte 2)
in EAD Educação

20 dicas para melhorar sua produtividade durante um curso EAD (parte 2)

O guia completo para impulsionar sua produtividade no estudo à distância está aqui.

Na primeira parte do nosso guia “20 dicas para melhorar sua produtividade durante um curso EAD”, demos atenção às mudanças comportamentais necessárias para aproveitar ao máximo um curso a distância. Hoje, na parte 2, focaremos mais nos detalhes técnicos do mundo EAD. Boa leitura!

10) Plataforma do Curso

É fundamental que você se familiarize, entenda e domine a plataforma utilizada pelo seu curso. Isso vai minimizar a perda de tempo e facilitar seus estudos. Se for oferecido um tutorial, não deixe de fazê-lo. Mesmo que alguns atalhos sejam comuns para os mais experientes, sempre existem recursos interessantes que podem ajudar no dia a dia. Dessa forma, você consegue se concentrar apenas no mais importante, que é adquirir conhecimento e produzir mais.

11) Utilize a tecnologia a seu favor

No mundo dos apps, gadgets, “to do lists”, e tantas outras ferramentas, não se limite apenas à plataforma do curso. Use e abuse de qualquer ferramenta que ajude na sua organização e produtividade: gerenciadores de tarefas, podcasts, vídeos, blogs, enfim, recursos não faltam.

12) Método de Ensino

Para que você não tenha problemas, procure entender bem o funcionamento do método de ensino do seu curso, tanto para não perder as aulas, quanto para não aparecerem dúvidas justo na hora de enviar provas ou exercícios. Lembre-se que no curso a distância é mais difícil conversar com o professor para que ele aceite aquele trabalho atrasado. 😐

13) Utilize o conhecimento do seu professor

Em um curso presencial é mais fácil participar de momentos pré ou pós aulas para extrair o máximo do seu professor. Nesses bate-papos informais podem surgir ideias, dicas, oportunidades, ou até mesmo indicações para bolsas de estudo.

Já o EAD exige um maior empenho da sua parte. Portanto, seja proativo, envie e-mails, perguntas, dúvidas, vá atrás do que você precisa. Com certeza o professor será muito solícito com quem for até ele.

14. Não fique com dúvidas

Isso é sério. Em hipótese nenhuma fique com dúvidas. Presencialmente e por experiência, o professor conhece as principais dúvidas dos alunos e fará de tudo para saná-las durante as aulas. Mas em um curso EAD, se você não tirar sua dúvida no momento em que ela surgir, provavelmente continuará com ela até a hora da prova, ou até mesmo depois dela.

Portanto, utilize sempre os recursos disponíveis, tais como fóruns de discussão, contato com o professor ou tutor, conversa com colegas na plataforma, busca no Google, enfim… o importante é não permanecer com a dúvida.

15. Não caia no mito de que curso EAD é mais fácil

Não subestime seu curso de forma nenhuma. Conforme já falamos na primeira parte deste artigo, esse é um mito perigoso. Em todos os cursos sérios, quem não se dedica normalmente se dá mal.

Aquela sensação de não precisar ir até a escola proporciona um conforto arriscado, principalmente pois, na maioria das vezes, esse é um dos grandes combustíveis para a procrastinação. E se você for uma pessoa com dificuldades para se organizar, pior ainda. Sua produtividade irá por água abaixo.

Portanto, tenha em mente que o curso EAD exige o mesmo comprometimento e disciplina, ou até mais, que um curso tradicional.

16. Coloque em prática o que aprende

Fazer os exercícios propostos pelo curso ou colocar o que você aprendeu em prática no seu dia a dia profissional é certeza de resultado positivo. Segundo pesquisas, apenas 10% do nosso conhecimento é aprendido em aulas/livros, 20% trocando experiências com pares, e 70% quando realmente aplicamos o conhecimento. Portanto, adquira o conhecimento estudando, mas coloque-o em prática o mais rápido possível.

17. Cuidado com os prazos

Normalmente, respeitar prazos é fundamental para qualquer situação. Mas em situações cotidianas, sempre existe alguém para te lembrar ou “punir”, digamos assim. Se você chega atrasado em um compromisso, a pessoa com quem você marcou irá alertar você. Se não entregar o relatório atrasado para o seu chefe, corre o risco de perder o emprego.

Mas em um curso EAD, se você não der importância às datas e prazos, provavelmente nem ficará sabendo que está atrasado. E quando se der conta, já foi. Perdeu a prova, não enviou o exercício proposto, não se matriculou no próximo módulo, entre outros prejuízos. Isso resulta em perda de tempo, de dinheiro e de produtividade.

E cá entre nós, a maioria das pessoas que optam por fazer um curso a distância, é exatamente por não ter tempo a perder.

18. EAD também tem trabalho em grupo (e isso é bom!)

Quase 100% das atividades de um curso a distância são individuais. Mas em alguns casos podem existir trabalhos coletivos. E mesmo que você tenha feito “cara feia” quando leu isso, saiba que ter essa oportunidade é importante.

Uma das grandes dificuldades das empresas é contratar pessoas que saibam trabalhar em equipe, e grande parte dessa habilidade se adquire nos famosos trabalhos em grupo. Inclusive, eles existem exatamente por isso.

No caso do EAD, aproveite esse momento para trocar experiências com quem faz o mesmo curso que você e ampliar seu “networking”. Existem algumas barreiras de distância que precisam ser ultrapassadas, mas nada que uma horinha de Skype não resolva.

19. Não deixe para a última hora

Essa é uma premissa importante não só para os cursos EAD. Deixar as coisas para a última hora acaba com o seu planejamento, com a sua organização, além de atrapalhar as outras atividades do seu dia a dia. Com isso, você perde sua produtividade, além de se desgastar muito mais para fazer tudo de uma vez. Isso quando dá tempo de fazer…

20. Vá além das aulas

Como em qualquer situação, se quiser se destacar em sua área precisará ir além, independente de estudar à distância ou não. Só que a proximidade com os professores e com outras pessoas que naturalmente existe em um curso presencial pode ajudar.

Já em um curso EAD, aprofundar seu conhecimento vai depender exclusivamente da sua dedicação. Portanto, devore as leituras complementares, fique atento aos grupos de estudo, às comunidades online, aos grupos do Linkedin, entre outros pontos de contato que podem ajudar você a sair da zona de conforto. Lembre-se: mesmo que você estude dentro de casa, as oportunidades estão fora dela.

Nas duas partes do nosso guia, esperamos ter abordado diversos pontos para ajudar você a se tornar mais produtivo durante um curso EAD e em outras ocasiões da sua vida. Se tivermos esquecido de abordar alguma questão e quiser compartilhar com a gente, não deixe de escrever nos comentários. Até o próximo artigo!

 

Cursos EAD Allevant