A importância do estudo da hidráulica para profissionais do saneamento
in Hidráulica

A importância do estudo da hidráulica para profissionais do saneamento

Entenda a diferença entre condutos livres e forçados, e como o estudo da hidráulica se relaciona com os sistemas de abastecimento de água, esgotamento sanitário e drenagem urbana.

Conforme já vimos no artigo “Hidráulica básica e sua relação com outras ciências”, a Hidráulica é o estudo da estática e do movimento da água. E o início deste estudo se dá nos conceitos fundamentais da Hidráulica Básica, tais como a equação de Torricelli, Leis de Newton, vazão, pressão, aceleração, volume, velocidade, entre tantos outros. Até aqui, nenhuma novidade.

Mas por que o estudo da hidráulica é tão importante para nós, profissionais do saneamento?

Vamos lá. Os problemas da nossa profissão quase sempre giram em torno de 3 grandes áreas: sistemas de abastecimento de água, esgotamento sanitário e drenagem urbana, certo?

Em todas elas, o pivô central é o escoamento da água, seja dos mananciais para as estações de tratamento, das redes de esgoto para as ETEs ou dos sistemas de drenagem para os rios.

Pois bem: se a hidráulica tem seus olhos voltados basicamente ao estudo dos escoamentos da água (e nossos maiores problemas giram em torno deste assunto), entender sobre os condutos por onde a água escoa, por exemplo, pode ser extremamente útil na hora de encontrar soluções, não faz sentido?

Estudo da Hidráulica Aplicada e seus condutos

Em termos gerais, existem dois tipos de condutos que devem ser estudados: os condutos livres e os forçados. Os livres são aqueles em que a pressão interna do conduto é igual à pressão atmosférica (Pi = Patm). Já o conduto forçado é definido por possuir pressão interna maior do que a atmosférica (Pi ≠ Patm). Essa é a primeira diferença que você deve entender para aplicar os conceitos corretamente.

A partir disso, voltando para nossos sistemas de saneamento, podemos concluir que:

  • Todo sistema de abastecimento de água deve ser projetado, em sua maioria, a partir de condutos forçados.
  • Já os sistemas de esgoto e de drenagem urbana devem ser projetados a partir de condutos livres.

 

Esse é o princípio da ligação entre o estudo da hidráulica aplicada e os sistemas de saneamento básico.

Se você almeja trabalhar na área, ou se já trabalha e quer aprofundar seus conhecimentos, acompanhe nossos artigos, conheça nossos cursos EAD e torne-se um profissional ainda mais capacitado. Até a próxima!

cta-combo-hidraulica