Saiba como criar um cronograma eficiente para seu curso EAD
in EAD Educação

Saiba como criar um cronograma de estudos eficiente para seu curso EAD

Elaborar um cronograma de estudos ajuda na organização do seu curso EAD e na realização de todas as tarefas do dia a dia.

Se você está fazendo um curso EAD já deve ter se dado conta, que precisa criar um cronograma de estudos. Normalmente, quando estamos no conforto do lar, temos um milhão de coisas para fazer e precisamos tomar cuidado para que as tarefas diárias não atrapalhem nossos estudos, ou seja, não atrapalhe nossa produtividade (que falamos em outras postagens e você pode conferir clicando aqui).

Para te ajudar nessa empreitada, trouxemos algumas dicas de como criar um cronograma eficiente para seus estudos. Assim, ficará mais fácil elaborar um programa de acordo com suas necessidades e seu tempo disponível.

Antes das dicas gostaríamos de dizer que, existem diversos apps para smartphones/tablets que podem te ajudar a criar seu cronograma de estudos, mas se preferir usar uma planilha do Excel ou a boa e velha agenda de papel, fique à vontade. O importante é encontrar uma ferramenta que seja útil para você e se acostumar com ela. Agora, vamos às dicas?

1. Crie uma planilha com todas as tarefas que precisam ser realizadas.

Quando falamos em organização, é bom listarmos todas as atividades que devem ser feitas durante o dia. Depois disso, defina os graus de importância de cada atividade, ou seja, o que fazer primeiro. As aulas e tarefas que são mais importantes devem constar na lista de acordo com os dias e horário que você realmente conseguirá fazê-las.

Na prática, você pode começar da seguinte maneira: crie uma planilha com os dias da semana e coloque as aulas que precisa estudar em cada um dos dias. Você também pode utilizar esta lista para inserir as atividades que não envolvem seus estudos, assim será possível ter uma visão geral e deixar tudo organizado.

2. Veja as matérias que tem que estudar no dia e estipule um tempo médio para cada uma delas.

Como em alguns dias temos mais o que estudar do que em outros, utilize a planilha que criou para conferir suas aulas diárias. Depois disso, é preciso estipular o tempo de estudo para cada uma delas. Como cada pessoa tem o seu jeito de estudar, seja pausando o vídeo e anotando ou escrevendo o que está estudando enquanto assiste a aula, o tempo de conclusão pode ser diferente de uma pessoa para outra. Leve também em consideração que algumas aulas são maiores do que outras, ou seja, cada uma exigirá um tempo de concentração diferente.

Para calcular seu tempo médio de estudo, tome como base o tempo que, normalmente, leva para concluir a maioria das aulas. Dessa forma, você conseguirá se organizar e saber quanto tempo poderá aproveitar por dia para colocar as matérias em ordem.

3. Siga o cronograma que você fez.

Muitas vezes nos preocupamos em fazer muitas coisas, mas esquecemos a ordem que colocamos as atividades prioritárias. Logo, seguir o seu cronograma à risca é de extrema importância, já que, quando estamos na correria do dia-a-dia pensamos em adiar algumas atividades e isso irá atrapalhar o seu resultado final.

4. Tenha momentos de descanso.

Mesmo sendo uma pessoa super atarefada (como a maioria) e que, ainda assim, quer seguir com os estudos, é preciso descansar, pois estudar horas a fio faz com que o seu desempenho caia. Pensando nisso, insira em sua planilha horários predeterminados de descanso e alimentação.
Para organizar essas pausas, você precisa entender suas necessidades, pois cada corpo reage de uma forma e, sendo assim, alguns precisam de um tempo maior ou menor de descanso.

5. Crie um grupo de estudos.

Quando falamos em EAD, sempre pensamos em uma atividade solitária, mas não precisa ser assim. Da mesma forma que você está fazendo o curso, outras pessoas também estão. Mesmo que elas não estejam ao seu lado diariamente, vocês podem combinar um horário e fazer uma reunião de estudos.

Além dos benefícios de conviver com mais pessoas, o grupo de estudos te “obriga”, no bom sentido, a parar um tempo para estudar. Ele também te ajuda na compreensão das matérias de maneira mais ampla, pois o que você pode ter entendido, outra pessoa pode ter entendido de maneira inversa. Essa troca de opiniões e entendimentos auxilia na discussão e compreensão do que está aprendendo.

E se você se perguntar, “Mas eu não conheço ninguém para estudar junto, e agora?” Bom, essa pode ser uma ótima oportunidade para descobrir seus colegas de curso e tentar se juntar a eles. Experimente e veja se dá certo. Se der, procure trocar o máximo de experiências com eles. Se não der, sem problemas. Criar um grupo de estudos é interessante e produtivo, mas não é obrigatório. Avalie o que mais se adapta à sua realidade e ao que consegue fazer.

De qualquer maneira, não deixe de experimentar as dicas anteriores e criar uma rotina para você. Gostou? Agora só colocar em prática.

Até o próximo artigo!

Cursos EAD Allevant